Sábado, 25 Outubro, 2014
   
Tamanho do Texto

Frank Bunker Gilbreth

Nascido em 1868, foi um dos primeiros a advogar a administração científica e um pioneiro no estudo do movimento. Não obteve educação formal após o colegial, começando seu trabalho como um pedreiro, tornou-se empreiteiro, inventor, e evoluiu a gestor dos processos administrativos. Tornou-se eventualmente professor na Purdue University.

Gilbreth descobriu sua motivação quando ainda um jovem empreiteiro buscou meios de tornar o serviço de um pedreiro mais fácil e rápido; foi o chamado estudo do movimento, que visava reduzir o número de ações ao performar uma tarefa a fim de aumentar a produtividade. Ao analisar cuidadosamente o trabalho de um pedreiro, Gilbreth reduziu o número de movimentos para assentar um tijolo de 18 para 5, diminuindo a fadiga e aumentando a produtividade. Foram desenvolvidos os "therbligs" (Gilbreth ao contrário, com uma pequena mudança), um esquema de classificação que mostrava 18 movimentos básicos das mãos.

Embora haja muitas semelhanças entre o trabalho de Taylor e Gilbreth, há diferenças filosóficas substanciais entre eles. Taylor estava preocupado principalmente com a redução do tempo dos processos, enquanto os Gilbreths procuravam tornar os processos mais eficientes visando o bem estar dos trabalhadores, reduzindo a quantidade de movimentos envolvidos, diferindo do Taylorismo, que aparentava preocupar-se mais com o lucro. Essa diferença levou a uma rixa pessoal entre Taylor e Gilbreth, que após a morte de Taylor, ficou por conta dos seguidores de ambos.

Novos documentos

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5